Datafolha confirma: Lula 2018 é imbatível na preferência do povo

Lula 2018 é imbatível

A mais recente pesquisa Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (31) pelo jornal ‘Folha de S.Paulo’, confirma o que há meses já se sabe: quando o assunto é a preferência dos brasileiros e brasileiras e as intenções de voto para as Eleições 2018 Lula é imbatível e segue liderando com ampla vantagem sobre seus virtuais concorrentes.

Contra todas as dezenas de rivais testadas pelo instituto, Lula tem entre 34% e 37% dos votos no primeiro turno e ganha de todos também no segundo turno. O índice de 37% é o mesmo registrado na pesquisa anterior, divulgada no início de dezembro. (mais…)

PT lança pré-candidatura de Lula à Presidência da República

PT lança Lula nesta quarta-feira como pré-candidato; “ex-presidente diz estar pronto para o desafio

O Partidos dos Trabalhadores lançou, nesta quinta-feira (25), na sede da CUT em São Paulo, a pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. Em votação unânime durante reunião ampliada da Executiva Nacional, a presidenta do PT, senadora Gleisi Hoffmann, anunciou a pré-candidatura e o início das discussões em torno do programa de governo que será coordenado pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

(mais…)

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES - NÃO NOS RENDEMOS DIANTE DA INJUSTIÇA: LULA É CANDIDATO

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

NÃO NOS RENDEMOS DIANTE DA INJUSTIÇA: LULA É CANDIDATO


O dia 24 de janeiro de 2018 marca o início de mais uma jornada do povo brasileiro em defesa da Democracia e do direito inalienável de votar em Lula para presidente da República.

O resultado do julgamento do recurso da defesa de Lula, no TRF-4, com votos claramente combinados dos tres desembargadores, configura uma farsa judicial. Confirma-se o engajamento político-partidário de setores do sistema judicial, orquestrado pela Rede Globo, com o objetivo de tirar Lula do processo eleitoral.

São os mesmos setores que promoveram o golpe do impeachment em 2016, e desde então veem dilapidando o patrimônio nacional, entregando nossas riquezas e abrindo mão da soberania nacional, retirando direitos dos trabalhadores e destruindo os programas sociais que beneficiam o povo.

O plano dos golpistas esbarra na força política de Lula, que brota da alma do povo. Esbarra na consciência democrática da grande maioria da sociedade, que não aceita uma condenação sem crime e sem provas, não aceita a manipulação da justiça com fins de perseguição política.

Não vamos aceitar passivamente que a democracia e a vontade da maioria sejam mais uma vez desrespeitadas.

Vamos lutar em defesa da democracia em todas as instâncias, na Justiça e principalmente nas ruas.

Vamos confirmar a candidatura de Lula na convenção partidária e registrá-la em 15 de agosto, seguindo rigorosamente o que assegura a Legislação eleitoral.

Se pensam que história termina com a decisão de hoje, estão muito enganados, porque não nos rendemos diante da injustiça.

Os partidos de esquerda, os movimentos sociais, os democratas do Brasil, estamos mais unidos do que nunca, fortalecidos pelas jornadas de luta que mobilizaram multidões nos últimos meses.

Hoje é o começo da grande caminhada que, pela vontade do povo, vai levar o companheiro Lula novamente à Presidência da República.

Sao Paulo, 24 de janeiro de 2018
Gleisi Hoffmann, Presidenta Nacional do PT

Nota de Repúdio

 

A vereadora Luciana Novaes, por meio desta nota, torna público seu repúdio à forma covarde com que os Policiais Militares, tentaram dispersar a manifestação pacífica, ocorrida na tarde de ontem (18), em frente à prefeitura do Rio.

Os Servidores da Saúde protestavam contra os salários atrasados e as péssimas condições dos equipamentos da rede pública de saúde municipal.

E, durante sua fala no carro de som, a vereadora foi interrompida pelos jatos de spray de pimenta lançados pela polícia militar em sua direção e dos demais manifestantes. Ela precisou ser retirada às pressas devido ao despreparo e truculência da PM.

A constituição federal de 1988, assegura o direito à liberdade de expressão e a livre manifestação. No entanto, vimos o governo Crivella se utilizar da polícia para tentar calar os questionamentos da população carioca. E a polícia, que deveria atuar para o cumprimento da lei, fez o papel de violadora dela, oprimindo os trabalhadores que buscavam apenas seus direitos, usando a justificativa de garantir o direito “de ir e vir”, quando na verdade, os manifestantes haviam acatado o pedido de abertura de uma das pistas.

Enquanto o pagamento dos profissionais da saúde e dos demais servidores não for prioridade deste governo, continuaremos nas ruas, cobrando. Esta não é uma luta apenas dos profissionais que estão com seus salários atrasados, mas de todo o povo carioca!

Precisamos nos unir. Por nenhum direito a menos!